15/08/2018 17h54 - Atualizado em 15/08/2018 17h54

Condenado e preso pela Lava Jato, Lula registra candidatura a presidente

Lukas
 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado e preso pela Operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo envolvendo um tríplex no Guarujá, registrou oficialmente no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a sua candidatura a um terceiro mandato como presidente da República.

O ato do registro, feito no final da tarde desta quarta-feira, 15, foi acompanhado por cerca de 4.000 manifestantes, segundo a Polícia Militar, que ocuparam o entorno do TSE – a grande maioria é formada por militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e por outros movimentos sociais que apoiam o petista.

Em discurso antes de entrar no TSE para registrar a candidatura, Gleisi Hoffman, presidente do PT, manteve o tom de que o ex-presidente é um "preso político". Segundo a senadora, o registro ocorre "a despeito dos que não queriam, dos que deram o golpe e tiraram Dilma, dos que tiraram os direitos dos trabalhadores, dos que julgaram e condenaram Lula sem provas. Estamos aqui hoje de cabeça erguida para dizer a eles que não tivemos medo, acreditamos no povo brasileiro e na caminhada que nos propusemos a fazer e estamos aqui pelos direitos do povo".

Envie seu Comentário