Conselheiro entrega “farsa” em eleição da OAB/MS para vaga de desembargador

29/04/2016 21h21 - Atualizado em 29/04/2016 21h21

Conselheiro entrega “farsa” em eleição da OAB/MS para vaga de desembargador

Fabiano Inove
 
O advogado Alexandre Bastos, primeiro da lista sêxtupla e o presidente e vice da OAB-MS O advogado Alexandre Bastos, primeiro da lista sêxtupla e o presidente e vice da OAB-MS

A Polícia Federal (PF) pode abrir inquérito para apurar fraude à vaga de desembargador do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) pelo Quinto Constitucional. Em conversas no WhatsApp, o Conselheiro Federal da OAB-MS Ary Raghiant entrega farsa e já dava como certa a vitória do candidato preferido da diretoria da OAB-MS, o advogado Alexandre Bastos e a derrota de Fábio Trad, antes mesmo do início da votação.

Acompanhe a conversa vazada de Raghiant:

Dá pra notar que o horário da conversa é entre 15:03 e 15:06 da tarde desta sexta-feira, sendo que a votação se iniciou só as 19 hs. E como Ary tinha previsto, dos 17 concorrentes à vaga única, já estão garantidos na lista que será entregue ao TJ os advogados Alexandre Bastos, que recebeu 31 votos, Honório Suguita, com 28 votos, e João Arnar, 27 votos. O quarto colocado na votação, Fábio Trad, teve 17 votos, porém não entrou na lista porque não atingiu o mínimo de votos necessários, 18.

Envie seu Comentário